A MORTE LENTA DA CIVILIZAÇÃO

hqdefault
 
Em tempos de pós-verdade, as pessoas leem e compartilham apenas aquilo que reforça suas crenças. A apuração dos fatos é solenemente ignorada. Por isto, as famosas fake news fazem tanto sucesso.
 
É a mesma era onde prevalece o revisionismo histórico, a relativização do devido processo legal e na qual importa ter a cabeça do adversário na bandeja. Não é raro ler gente orgulhosamente desejando a morte dos seus oponentes, mas se afirmando “cidadão de bem e defensor dos valores cristãos”.
 
Vivemos dias onde o anti-intelectualismo arrebanha multidões de seguidores na Internet, atrai aplausos e dá dinheiro aos seus mentores. A ignorância virou motivo de orgulho e a verdade e o conhecimento coisas desprezíveis.
 
Como o sapo na fervura, democracia, a Declaração Universal dos Direitos Humanos e verdade vão morrendo sem quem muitos percebam.
 
Muito disso nasceu no subjetivismo próprio de algumas visões pós-modernas. Rapidamente, permitimos que a realidade passasse a ser mera elaboração pessoal. Do obscurantismo para o iIluminismo e de volta para a idade das trevas, pode-se traçar o percurso
 
As crenças supersticiosas vão novamente substituindo a Ciência, a forca pedida para os inimigos vai substituindo o Direito e o individualismo vai fazendo sucumbir qualquer espírito civilizatório.
 
E seguimos nos desumanizando, nos tornando cada vez menos amorosos e solidários e permitindo que estas virtudes deem lugar ao orgulhoso discursos que pede sangue, linchamento daqueles que eu não gosto.
 
Como disse o Papa Francisco, “quando você comemora a morte de alguém, o primeiro que morreu foi você mesmo”.
 
E estamos morrendo aos poucos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s