“O problema é o guarda da esquina”

Atribui-se a Pedro Aleixo, vice do marechal Costa e Silva, uma frase dita na reunião que decretou o AI-5. Ali se abria o período mais violento da ditadura militar.

“O problema deste ato não é o senhor, nem os que com o senhor governam o país, mas o guarda da esquina.”

É evidente que a culpa por atrocidades como esta descrita no tweet acima não é do presidente, assim como não era da morte de Moa do Katende, ocorrida durante o período eleitoral. Também não pode ser atribuída a ele culpa pelo atentado que sofreu.

Todavia, líderes políticos passam mensagens para a sociedade. As relações começam a ser permeadas pelo conteúdo que as move. A expressão alemã Zeitgeist é traduzida como “espírito da época”. Ela ilustra bem o que quero dizer.

Zeitgeist define o conjunto de características que formam o clima intelectual e cultural dos povos, numa certa época. Inegavelmente o espírito, o que impulsiona as relações, a motivação da nossa época não é solidária, pacífica, humanitária.

“Vagabundo tem que morrer”, “o erro da ditadura foi torturar e não matar” e “bandido bom é bandido morto” são frases que, infelizmente, libertam o que há de pior nos instintos humanos.

É este espírito que precisa ser exorcizado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s